2W Energia busca investidores após dificuldades financeiras

2W Energia

A 2W Energia, atuante no setor de geração e comercialização de energia renovável, enfrenta um período desafiador devido à falta de abertura do mercado para ofertas públicas iniciais (IPOs) no Brasil nos últimos três anos. Originalmente planejando um IPO para expandir seus projetos eólicos, a empresa viu-se obrigada a recorrer a empréstimos e debêntures conversíveis, aumentando significativamente sua alavancagem para entre 8x e 8,5x.

Em busca de soluções para seus problemas de liquidez, o CEO Claudio Ribeiro revelou que a 2W está em negociações avançadas com dois investidores potenciais, esperando fechar um acordo de capitalização entre R$ 500 milhões e R$ 600 milhões até o final da próxima semana. Esse aporte deverá desalavancar a empresa e melhorar seu fluxo de caixa, trazendo a necessária liquidez.

Ribeiro detalhou que a situação de fluxo de caixa da empresa está concentrada nos desafios do primeiro semestre de 2024, mas já considera a situação controlada. A 2W também realizou ajustes internos, incluindo demissões e renegociações de compromissos, como parte de seus esforços para estabilizar suas finanças.

O envolvimento do Credit Suisse como credor e facilitador das negociações reflete o interesse em capitalizar créditos provenientes de debêntures. Com o mercado de IPOs fechado desde agosto de 2021, a 2W e outras empresas do setor buscam alternativas para financiamento e ajuste de suas estruturas de capital, visando recuperar a capacidade de financiamento e sustentar suas operações no competitivo mercado de energia renovável.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress