Brasil assina memorando com sauditas, e Lula afirma que em 10 anos, Brasil será “Arábia Saudita da energia verde”

Brasil

Nesta terça-feira (28/11), o ministro de Minas e Energia do Brasil, Alexandre Silveira, assinou em Riad, um memorando de entendimento com o Ministério de Energia do Reino da Arábia Saudita. O objetivo seria fortalecer a cooperação entre os dois países em questões de petróleo, gás, eletricidade, energias renováveis, eficiência energética, petroquímicos e hidrogênio, entre outros

Além disso, serão incentivados estudos conjuntos no campo da energia com universidades e centros de pesquisa para reduzir os efeitos das mudanças climáticas, tais como captura, reutilização, transferência e armazenamento de carbono, também foram destacadas no documento.

Ademais, na quarta-feira (29/11) o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou da sessão de encerramento da mesa redonda Brasil-Arábia Saudita, em Riad. Em seu discurso, convidou o país do Oriente Médio a se tornar sócio do Brasil no desenvolvimento de uma nova matriz energética mais sustentável.

“Se a Arábia Saudita é o país mais importante na produção de petróleo, de gás, daqui a 10 anos, o Brasil será chamado de ‘a Arábia Saudita da energia verde’”

Segundo Lula, o governo brasileiro viaja o mundo não apenas para pedir investimentos e vender seus produtos, mas para “construir parcerias”. Neste sentido, Lula convidou os líderes sauditas a fazerem “investimentos cruzados entre a Petrobras e empresas sauditas para a produção de fertilizantes. E dar uma garantia ao mundo com a incerteza criada pela guerra da Rússia na Ucrânia”

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress