Como funciona uma cooperativa de energia solar

cooperativa de energia solar

Muitas empresas buscam formas de se tornarem mais sustentáveis e competitivas, reduzindo custos, como o de energia por exemplo. Ainda hoje existe a crença de que sistemas solares fotovoltaicos são caros e que seu funcionamento é muito complexo, além de achar que a empresa não comporta a instalação de um sistema desse. Para situações assim, surgiram as cooperativas de energia solar, que não apenas possibilitam o acesso à energia solar, mas também mantém suas vantagens. 

Funcionamento de uma cooperativa de energia solar

Em uma cooperativa de energia solar, você ou sua empresa se junta a outras pessoas ou empresas para  instalar um sistema solar, dividindo igualmente ou por cotas os custos da instalação. Esse modelo não apenas reduz as despesas, mas também otimiza a eficiência do projeto, uma vez que a geração de energia pode ser projetada para atender a todos os integrantes da cooperativa de energia solar.

Vantagens da Geração Compartilhada

Participar de uma cooperativa de energia solar permite que você possa utilizar os créditos energéticos gerados em períodos de excesso de geração de energia. Esses créditos podem ser utilizados para compensar o consumo de energia da rede das concessionárias, garantindo economia mesmo quando a geração de energia do seu sistema solar é insuficiente.

Passos para Criar uma Cooperativa Solar

O processo para criar uma cooperativa de energia solar é relativamente simples. Basta encontrar pessoas interessadas em instalar um sistema fotovoltaico, calcular a demanda energética de todos os envolvidos e contratar uma empresa especializada para realizar a instalação. Escolher fornecedores confiáveis é fundamental para avaliar e instalar o projeto adequadamente.

LEIA MAIS: Top 10 maiores distribuidores de energia solar do Brasil

Benefícios da Energia Solar

O uso de energia solar pode reduzir os custos com energia elétrica em até 95%. Além disso, a instalação via cooperativa pode reduzir os custos iniciais em até 30% uma vez que o valor da instalação será dividido entre você e os outros participantes da cooperativa de energia solar.

Para saber exatamente esse valor é necessário um estudo e análise para determinar qual o melhor modelo de divisão de custos. Podendo ser dividido por igual ou por cotas, onde a pessoa ou empresa que mais utiliza energia paga uma cota maior do valor da instalação.

Além disso, a energia solar oferece garantias  contra os frequentes aumentos nas tarifas de eletricidade, proporcionando estabilidade financeira e menos vulnerabilidade às variações de preço.

LEIA MAIS: Aumento na conta de luz acima da inflação para 2024

Outro fator de grande importância são mudanças climáticas, investir em fontes de energia sustentáveis é interessante para frear isso. A energia solar, independente das condições meteorológicas adversas, garante uma fonte constante de energia.

Como funciona a geração de energia na cooperativa de energia solar

Você ou sua empresa, ao encontrar parceiros interessados em formar uma cooperativa de energia solar, devem determinar um local para instalação do sistema solar fotovoltaico. Podendo ser na residência de algum dos integrantes, em um lote, fazenda ou até mesmo condomínios. 

Essa energia então é gerada e injetada na rede da concessionária gerando créditos de energia. Estes créditos podem então ser divididos entre os integrantes da cooperativa de energia solar. Desde que todas as residências ou empresas estejam na mesma área de concessão da concessionária de energia.  

LEIA MAIS: Como transferir energia solar para outra residência

É muito importante também que você procure saber sobre as leis para a criação de uma cooperativa. A atividade cooperativa é regulamentada pela Lei 5.764 de 1971. Além disso, é interessante ler também a Resolução Normativa 482 da Aneel sobre autogeração de energia e a RN 687 que fez melhorias na lei anterior. 

Conclusão

As cooperativas de energia solar não apenas tornam a energia solar mais acessível, mas também auxiliam na geração de energia sustentável para o consumo. Conhecer e fazer parte de uma dessas cooperativas é um passo muito importante para empresas que buscam eficiência energética, sustentabilidade e responsabilidade ambiental.

FAQ

Encontre parceiros:

O primeiro passo é encontrar pessoas que querem o mesmo que você: montar um sistema solar.

Onde isso pode acontecer?

Pode ser em um condomínio, empresas que dividem um espaço, ou em fazendas vizinhas. Os membros não precisam estar perto um do outro.

Como dividem a energia?

Os créditos da energia podem ir para qualquer pessoa, desde que a distribuidora de energia seja a mesma que atende a unidade geradora.

Identifique as diferenças

Veja quanto cada um usa de energia para dividir os custos de instalação de forma justa.

Como fazer isso em um condomínio?

Decida se cada casa terá uma cota única ou se vai variar conforme o número de pessoas.

Entenda as leis

No Brasil, há leis específicas sobre cooperativas. A atividade é regulada pela Lei 5.764 de 1971.

Que leis mais?

Estude também a Resolução Normativa 482 da Aneel. Ela fala sobre enviar energia autogerada para a rede. E a RN 687, que melhorou a lei anterior e abriu mais chances para usar energia renovável no Brasil.

Por que isso importa?

Saber dessas leis ajuda a evitar problemas quando a cooperativa estiver funcionando.

Escolha a empresa certa

A próxima etapa é encontrar uma empresa especializada que vai atender as necessidades da sua cooperativa.

O que eles fazem?

Eles definem o melhor lugar para os painéis solares e quanto de energia é necessário para todos.

E o financiamento?

Muitas vezes você pode financiar a instalação dos equipamentos. Bancos costumam ter linhas de crédito para isso.

Revolucione suas vendas de fotovoltaica

Conheça o software de gerenciamento mais completo do mercado

O melhor CRM para energia solar

Teste o Azume grátis por sete dias
Clique aqui

Torne-se um profissional em energia solar

Conheça os melhores cursos para se tornar um profissional desejado no setor fotovoltaico

Energia Solar Lucrativa

Aprenda do zero a como se tornar um integrador solar com ganhos de até R$23 mil / mês
Clique aqui

Compartilhe este Artigo:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Revolucione suas vendas de fotovoltaica

Conheça o software de gerenciamento mais completo do mercado

O melhor CRM para energia solar

Teste o Azume grátis por sete dias
Clique aqui

Latest post

Torne-se um profissional em energia solar

Conheça os melhores cursos para se tornar um profissional desejado no setor fotovoltaico

Energia Solar Lucrativa

Aprenda do zero a como se tornar um integrador solar com ganhos de até R$23 mil / mês
Clique aqui
plugins premium WordPress