Energia solar no mundo cresce e Brasil ocupa 6ª posição

energia solar no mundo

Ainda em 2022, a energia solar no mundo registrou um impressionante crescimento de 240 GW, alcançando uma capacidade total de 1,2 TW, de acordo com um relatório da Agência Internacional de Energia (IEA). O estudo revela que 23 países adicionaram pelo menos 1 GW, enquanto 16 ultrapassaram a marca de 10 GW de capacidade acumulada até o final do ano.

Crescimento em 2022

Na liderança do acréscimo de capacidade, a China destacou-se com 106 GW em novos projetos fotovoltaicos, somando 414,5 GW. Este resultado foi superior ao dobro do registrado pela União Europeia, que ocupou a segunda posição.

Na Europa, a energia solar também teve um bom aumento, com 39 GW de nova capacidade, liderados pela Espanha (8,1 GW), Alemanha (7,5 GW), Polônia (4,9 GW) e Holanda (3,9 GW). Os altos preços da eletricidade impulsionaram a competitividade da energia solar, e diversos países lançaram iniciativas para acelerar a adoção desta fonte renovável.

Nos Estados Unidos, o mercado retraiu para 18,6 GW, impactado por restrições comerciais e atrasos na conexão de projetos. Entretanto, o Brasil marcou um recorde com 9,9 GW instalados, quase dobrando o resultado de 2021, e posicionando-se como o quarto maior em acréscimo de capacidade, atrás da Índia, que adicionou 18,1 GW.

Cenário da energia solar no mundo

Atualmente, nove países possuem taxas de penetração solar superiores a 10%, com Espanha, Grécia e Chile liderando com mais de 17%. Apesar de problemas como o congestionamento da rede, a IEA aponta que políticas governamentais, soluções técnicas e armazenamento de energia estão facilitando a conexão de novos projetos.

LEIA MAIS: Energia solar atinge 16,8% da matriz elétrica no Brasil

Estamos presenciando uma verdadeira revolução na produção de energia elétrica. A adesão crescente à energia solar como uma fonte limpa e sustentável está transformando a matriz energética mundial, promovendo uma transição para um futuro mais sustentável e livre de emissões de gases que agravam o efeito estufa.

Cenário atual

Nesse cenário, países desenvolvidos como Estados Unidos, Japão e China lideram em instalações fotovoltaicas, mas o Brasil também aparece como um destaque na América Latina, consolidando-se como um dos principais mercados solares da região sul americana.

O rápido crescimento da capacidade instalada de energia solar no Brasil nos coloca em uma posição de destaque no cenário global. Ainda que existam desafios a serem superados, estamos no caminho certo. A energia solar está se expandindo globalmente e o Brasil se destaca nesse movimento.

Já para 2023 o crescimento foi ainda maior e o Brasil ficou com a 6ª colocação no quesito de capacidade instalada.

LEIA MAIS: Brasil alcança sexto lugar no ranking mundial de geração de energia solar

Confira o ranking mundial de energia solar fotovoltaica de 2023:

  1. China: 609 GW
  2. EUA: 137 GW
  3. Japão: 87 GW
  4. Alemanha: 81 GW
  5. Índia: 72 GW
  6. Brasil: 37 GW
  7. Austrália 33 GW
  8. Itália: 29 GW
  9. Espanha: 28 GW
  10. Coreia do Sul: 27 GW

Em 2023, a energia solar não apenas liderou, mas definiu o ritmo para a expansão das energias renováveis, respondendo por impressionantes 73% do aumento da capacidade renovável em todo o mundo, conforme apontado pela Irena (Agência Internacional de Energia Renovável).

A Ásia emergiu como a principal região neste avanço, com a União Europeia não ficando muito atrás, evidenciando um movimento global robusto em direção às fontes renováveis.

Este crescimento destaca não apenas o compromisso contínuo com a sustentabilidade ambiental, mas também a viabilidade crescente da energia solar como uma solução energética dominante no cenário global.

 Conclusão

Como você deve ter percebido, a matriz elétrica e energética global vem se transformando ano após ano, saindo de uma matriz poluente e migrando para uma mais sustentável e ecológica. 

LEIA MAIS: Tendências para a matriz energética brasileira

A utilização de fontes de energia abundantes e sustentáveis são essenciais para esse processo. Sendo as principais a energia solar no mundo e a eólica. Se você quer saber mais sobre o mercado de energia solar e quem até atuar profissionalmente como um integrador e ganhar até R$26 mil por mês, clica no link aqui abaixo para saber mais sobre o nosso curso que já formou mais de 10 mil integradores de energia solar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress