Energia Solar: Painéis mais acessíveis impulsionam financiamentos

financiamentos

Com o aumento das tarifas de energia elétrica, os brasileiros têm buscado alternativas para reduzir os custos, e os painéis de energia solar têm se destacado como uma solução econômica e sustentável. Em abril, a geração própria de energia solar alcançou um recorde, impulsionada pela instalação de mais equipamentos. Além disso, as linhas de financiamentos para a aquisição desses sistemas residenciais têm se popularizado.

Para aqueles que investiram em painéis solares no ano passado, a decisão se mostrou vantajosa, com uma queda de 40% no preço dos painéis para o consumidor final. Segundo simulações do Portal Solar, a instalação de energia solar em uma residência brasileira que gasta em média R$ 500 por mês na conta de luz custaria cerca de R$ 15 mil, com retorno do investimento em aproximadamente 45 meses. Com os preços praticados em 2023, o tempo de retorno do investimento reduziu entre 10% e 20%.

Para financiar esses projetos, diversos bancos oferecem linhas de crédito exclusivas. O BV, por exemplo, registrou um volume de financiamento de R$ 4,5 bilhões para instalação de painéis solares, com taxas a partir de 1,13% ao mês e parcelamento em até 96 meses. Já o Banco do Brasil oferece a linha BB Crédito Energia Renovável, com taxas variáveis de acordo com o perfil do cliente e prazo de pagamento de até 96 meses.

Outra instituição que ingressou nesse mercado foi o Itaú, que registrou um aumento de 43% na carteira de clientes que aderiram ao crédito solar após um ano do lançamento do produto. Com taxas a partir de 1,55% ao mês e parcelamento em até 60 vezes, o banco facilita o acesso ao financiamento para a compra e instalação dos painéis.

Além das opções de financiamento, o Sicoob lançou recentemente um grupo de consórcio para aquisição de painéis solares, ampliando as alternativas disponíveis no mercado. Essa variedade de oferta reflete o crescimento da demanda por energia solar, impulsionado pela busca por economia e sustentabilidade.

Com mais de 2,4 milhões de sistemas fotovoltaicos instalados em residências, fachadas e pequenos terrenos, o Brasil tem potencial para expandir ainda mais sua capacidade de geração de energia solar. A ABSolar estima que a economia líquida na conta de luz dos brasileiros a partir da energia solar será superior a R$ 84,9 bilhões até 2031, destacando os benefícios econômicos e ambientais dessa fonte de energia renovável.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber novidades e promoções

© 2023 · E4 Energias Renovaveis© – CNPJ 41.142.800/0001-24 / Azume Tecnologia LTDA - CNPJ 49.305.545/0001-03 - Todos os direitos reservados
plugins premium WordPress