Ex-procurador da ANEEL aborda apagão, Lei da GD e futuro da energia solar no Brasil

ANEEL

Luiz Eduardo Diniz Araújo, ex-procurador da ANEEL, compartilhou insights cruciais sobre o setor elétrico brasileiro em uma entrevista exclusiva ao Canal Solar. Os temas abordados incluem o apagão de agosto, a lei da geração distribuída e as perspectivas animadoras para a energia solar no país.

Diniz Araújo destacou a importância de afastar informações falsas, criticando as fake news que culpavam injustamente a privatização da Eletrobrás e a geração eólica e solar pelo apagão. Ele ressaltou a necessidade de análises científicas por parte do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para esclarecer as verdadeiras causas do evento.

Sobre a adaptação do sistema elétrico à geração eólica e solar, Araújo defendeu a importância de desenvolver o sistema para acomodar essas fontes de energia essenciais à purificação da matriz energética brasileira e ao cumprimento de compromissos internacionais.

Na entrevista, ele também revelou os bastidores da criação da Lei 14.300, que instituiu o marco legal da microgeração e minigeração distribuída de energia elétrica no Brasil. Araújo abordou a demora da ANEEL em regulamentar a lei, classificando-a como irresponsável, e discutiu como o resultado final não atendeu completamente às expectativas do setor de energia solar.

Ao final, o ex-procurador abordou a escolha de seu sucessor, destacando desentendimentos entre os diretores da ANEEL em questões importantes e enfatizando a necessidade de independência da procuradoria, livre de interferências políticas na nomeação do procurador-geral.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress