Microreator nuclear poderá gerar energia na Lua

microrreator

Na semana passada, a empresa de aviação civil e militar, Rolls-Royce, divulgou durante a a Conferência Espacial do Reino Unido, um modelo de microrreator nuclear que será usado pela agência espacial britânica para explorar a Lua.

O microrreator é o fruto de uma pesquisa encomendada pela Agência Espacial do Reino Unido para descobrir como a energia nuclear poderia ser usada em uma futura base lunar para astronautas.

Segundo Abi Clayton, Diretor de Programas Futuros da Rolls-Royce, “a tecnologia de microrreatores proporcionará a capacidade de apoiar casos de uso comercial e de defesa, além de fornecer uma solução para descarbonizar a indústria e fornecer energia limpa, segura e confiável”, e estima-se que poderá ser fabricado já em 2030.

Menor e mais leve do que as outras fontes, o microrreator seria capaz de fornecer energia contínua suficiente para habitar e explorar uma superfície planetária, além de poder ser usado como propulsão para espaçonaves.

Ele também tem a vantagem de ser uma fonte que não depende da localização, da incidência de luz ou de outros fatores ambientais para funcionar.

Foram investidos cerca de 3,9 milhões de libras para o projeto, que faz parte do programa Moonlight da Agência Espacial Europeia, cujo objetivo é lançar uma série de satélites em órbita ao redor da Lua.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber novidades e promoções

© 2023 · E4 Energias Renovaveis© – CNPJ 41.142.800/0001-24 / Azume Tecnologia LTDA - CNPJ 49.305.545/0001-03 - Todos os direitos reservados
plugins premium WordPress