Novo estudo revela potencial em produzir energia verde com saliva de moscas

Energia verde com saliva de moscas

Segundo estudos publicados na revista iScience, pesquisadores da USP identificaram possível produção de biocombustíveis através de componentes encontrados na saliva de moscas. Ou seja, será possível produzir energia verde com saliva de moscas.

No estudo, foram encontradas enzimas ativas em carboidratos, chamadas CAZymes, contidas na saliva de moscas da família Sciaridae, ou P. hygida. Essas enzimas, podem ser usadas para digerir polissacarídeos, carboidratos contidos na parede celular das plantas.

Essa capacidade faz com que o inseto abordado seja considerado um dos protagonistas no ciclo de carbono, que está em todas as moléculas orgânicas e é um elemento essencial para a vida.

“Nos trópicos, insetos também contribuem com uma fração significativa do ciclo de carbono. A larva de P. hygida secreta saliva contendo CAZymes no meio externo, que iniciam o processo de degradação de material vegetal, e continuamente ingere material parcialmente decomposto”, explicam os autores do estudo, em comunicado divulgado pelo Jornal da USP.

De acordo com os pesquisadores, as CAZymes podem acelerar a transformação de diferentes polímeros naturais para produzir açúcares e degradar a biomassa vegetal e de fungos para energia verde com saliva de moscas.

“O estudo tem potencial para aplicações biotecnológicas, por exemplo, na degradação da biomassa vegetal para liberar açúcares que podem ser utilizados em processos fermentativos para a produção de biocombustíveis e insumos sustentáveis para a indústria química”, finaliza o grupo.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress