Os desafios enfrentados pelas fazendas solares flutuantes

fazendas

Com o potencial de melhorar a eficiência e reduzir o impacto ambiental, as fazendas solares flutuantes representam um avanço significativo na indústria de energia renovável. Esses painéis projetados para flutuar em corpos d’água como rios, reservatórios e até oceanos, representam um novo ramo na indústria solar, conhecido como fotovoltaicos flutuantes. Além de se manterem à linha d’água, os módulos podem ser resfriados pela temperatura da água, aumentando sua eficiência e expandindo sua vida útil.

Liberando o espaço da terra, as instalações fotovoltaicas flutuantes também impedem a evaporação da água pelo calor do sol, beneficiando as comunidades que dependem dessas fontes de água.

A instalação em água salgada, entretanto, aumenta o risco de corrosão dos metais, um problema também enfrentado por veículos e equipamentos em porta-aviões, que precisam ser lavados semanalmente para evitar danos. Claramente, os painéis precisam ser robustos o suficiente para suportar ventos fortes e ondas, especialmente durante tempestades. Há também preocupações ambientais, pois os painéis podem afetar negativamente os ecossistemas locais ou se tornar abrigos artificiais para a vida marinha.

A partir desses desafios,  a história das fazendas eólicas offshore mostra que é possível superar essas barreiras, realizando adaptações nas fazendas flutuantes para que também possam operar em ambientes marinhos.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber novidades e promoções

© 2023 · E4 Energias Renovaveis© – CNPJ 41.142.800/0001-24 / Azume Tecnologia LTDA - CNPJ 49.305.545/0001-03 - Todos os direitos reservados
plugins premium WordPress