Represa Billings se transforma em fonte de energia limpa com painéis flutuantes

Represa Billings

A Represa Billings, o maior reservatório da Região Metropolitana, tem um novo propósito em fase de pré-implantação, além de fornecer água para milhões de moradores nas cidades vizinhas: a produção de energia elétrica por meio de usinas de geração fotovoltaica flutuante. A Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) está liderando o projeto, que abrangerá cinco plantas com cerca de 9 mil painéis solares, instalados a uma distância de 80 cm a 1,2 m acima do nível da água. A usina, prevista para ser concluída até o final do ano, possui um potencial de geração de 1 Megawatt, o que equivale ao abastecimento de aproximadamente 1500 residências. O investimento totaliza R$ 25 milhões.

A secretária de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil), Natália Resende, destaca os benefícios dessa geração de energia limpa, que contribui para diversificar o potencial energético de forma eficiente e reduzir as emissões de CO2 em um equivalente a 15,1 mil veículos por ano.

O projeto teve início com uma usina piloto em 2020, resultado da colaboração entre a Emae e empresas privadas. A usina piloto contou com 300 painéis fotovoltaicos instalados sobre flutuantes em uma área de 1 mil metros quadrados. A produção diária prevista era de 351,6 kWh/dia, mas a estrutura superou as expectativas, gerando 7% a mais do que o previsto, totalizando 379,71 kWh/dia ou uma média mensal de 11.391 kWh/mês, energia suficiente para abastecer 75 residências durante o mesmo período. O custo do projeto piloto foi de R$ 450 mil.

As usinas flutuantes representam uma alternativa viável, segura e internacionalmente certificada, especialmente em regiões com alta densidade populacional, como São Paulo. Elas podem ser instaladas sobre áreas anteriormente destinadas a aterros sanitários, lagos de barragens de hidrelétricas ou lagos em cavas de mineração esgotadas. Devido à limitação de espaço, a geração de energia limpa precisa competir com áreas em expansão ou já consolidadas, incluindo zonas industriais, e locais como a Represa Billings oferecem amplas oportunidades econômicas para as regiões. O presidente da Emae, Marcio Rea, afirma que a empresa está totalmente comprometida com a produção de energia renovável.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress