São Paulo terá primeiro serviço de energia solar por assinatura

Design sem nome (49)

O preço elevado das estruturas necessárias e falta de espaços nos grandes centros urbanos são grandes limitações para os clientes de energia solar. 

Mas ultimamente, estas barreiras estão sendo contornadas pelo surgimento dos serviços de assinatura: a energia solar é gerada em áreas fora da região urbana e distribuída aos clientes nas cidades.

Atualmente, no Brasil, já existem 6,4 mil usinas ofertando energia solar por assinatura atendendo mais de 300 mil consumidores, gerando uma economia média de 10% a 15% na conta de luz, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica ( ABSOLAR ).

“Mesmo que o consumidor não tenha telhado ou área para fazer um sistema fotovoltaico, ou que não tenha recursos para adquirir uma placa fotovoltaica, ele pode aderir esse serviço por assinatura”, explica Bárbara Rubim, vice-presidente da entidade. 

O serviço funciona com o aluguel de uma fração da energia gerada em uma usina próximo da região do cliente. O movimento cria um crédito, computado diretamente na conta de luz.

Assim, a partir de agosto, Sun Mobi, irá estrear o serviço de energia solar por assinatura na Grande São Paulo. No total 24 municípios terão acesso, sendo necessário apenas que o cliente seja atendido pela rede de baixa tensão da Enel São Paulo. 

A distribuição será feita a partir da geração da energia em uma usina em Cajamar, a pouco mais de 40 quilômetros da capital.

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress