5 erros para evitar nos seus projetos fotovoltaicos

Falta de atenção à papelada pode atrasar os seus projetos!

Seus projetos de energia solar podem estar em apuros! E muitos dos motivos são falhas que podem atingir qualquer um. Este post reúne um top 5 valioso dos principais erros cometidos por profissionais do setor de energia solar fotovoltaica no momento de enviar a papelada para as concessionárias de energia.

Falta de informações sobre os equipamentos no memorial descritivo 

Um erro bastante comum cometido por  profissionais iniciantes é não incluiros manuais dos equipamentos no memorial descritivo. É verdade que a forma correta de elaboração do memorial descritivo é deixada de forma bastante vaga por parte da ANEEL e das concessionárias de energia, por isso o ideal é incluir todos os documentos relevantes. Quanto mais informações você enviar, melhor!

Não enviar do certificado de conformidade dos inversores

Com a Portaria Nº 140 de 2022 do INMETRO, agora é uma obrigatoriedade que os  inversores fotovoltaicos on-grid com potência nominal de até 75 kW sejam testados e certificados em laboratórios. Sem isso, esse inversor não será aceito por nenhuma concessionária no brasil. Por isso é obrigatório que o certificado de conformidade do inversor fotovoltaico  que você escolheu seja anexado junto à solicitação de acesso. 

Esse é um documento básico oferecido pelos próprios distribuidores do equipamento,o que significa que geralmente é um erro que vem da falta de atenção.

Falta das assinaturas do responsável técnico ou do cliente 

Parece exagero, mas muitos profissionais se esquecem de colocar as assinaturas na ART e no formulário de solicitação de acesso. Isso vale tanto pra assinatura do cliente quanto a própria assinatura. Este é mais um exemplo de um erro relacionado à falta de atenção do profissional responsável.

Mas essa exigência pode mudar de concessionária para concessionária. Em Belo Horizonte, onde a concessionária de energia é a CEMIG, por exemplo, não precisa ser feita a assinatura na ART, mas no formulário de solicitação de acesso ela é obrigatória. 

Não seguir as normas locais 

É importante ressaltar: apesar das exigências já estabelecidas pela ANEEL, que são medidas necessárias para o acesso ao sistema de distribuição, cada concessionária de energia elétrica tem as suas próprias exigências e particularidades. Elas influenciam no modelo dos documentos exigidos para o projeto. 

Profissionais que já estão habituados a protocolar o pedido de acesso para uma determinada  concessionária de energia podem ignorar isso e, na hora de realizar um projeto de outra concessionária, usar as regras da primeira. Isso sem nem ao menos se dar ao trabalho de entrar no site da nova distribuidora para consultar as documentações exigidas e o modelo padronizado pela mesma. 

Então não tem escapatória: vai fazer um projeto para uma concessionária nova? Abra o site dela, busque pelas documentações exigidas para micro e minigeração, pegue a norma técnica referente ao assunto e analise tudo para não ser surpreendido.

Divergências de informação

O erro campeão! A inconsistência das informações entre os documentos enviados na solicitação de acesso ocorre com muita frequência. Este fator é mais um ligado à falta de atenção do profissional, mais até do que à falta de conhecimento técnico.

Se um projetista pega um modelo de memorial descritivo ou um diagrama unifilar já pronto de uma determinada concessionária e esquece, por exemplo, de alterar o modelo do inversor. Vai haver inconsistência nas informações prestadas e ele terá a sua solicitação de acesso negada pela concessionária de energia.  

E aí? Você já viu profissionais cometerem esses erros? Já teve algum projeto atrasado por problemas na documentação?

Se este post te ajudou, confira o blog da E4! Conteúdo exclusivo pensado pra você, integrador solar!

Revolucione suas vendas de fotovoltaica

Conheça o software de gerenciamento mais completo do mercado

O melhor CRM para energia solar

Teste o Azume grátis por sete dias
Clique aqui

Torne-se um profissional em energia solar

Conheça os melhores cursos para se tornar um profissional desejado no setor fotovoltaico

Energia Solar Lucrativa

Aprenda do zero a como se tornar um integrador solar com ganhos de até R$23 mil / mês
Clique aqui

Compartilhe este Artigo:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Revolucione suas vendas de fotovoltaica

Conheça o software de gerenciamento mais completo do mercado

O melhor CRM para energia solar

Teste o Azume grátis por sete dias
Clique aqui

Latest post

Torne-se um profissional em energia solar

Conheça os melhores cursos para se tornar um profissional desejado no setor fotovoltaico

Energia Solar Lucrativa

Aprenda do zero a como se tornar um integrador solar com ganhos de até R$23 mil / mês
Clique aqui
plugins premium WordPress