Brasil alcança o sexto lugar no Ranking Mundial de Geração de Energia Solar

Brasil

O Brasil está subindo no ranking mundial de geração de energia solar e alcançou uma posição inédita: o sexto lugar. Fechando o ano de 2023 com uma capacidade operacional de 37,4 gigawatts (GW), o país se destaca cada vez mais nesse setor crucial para a transição energética global.

Os dados, fornecidos pela Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) com base na Irena (Agência Internacional de Energias Renováveis), mostram que o Brasil está trilhando um caminho notável. No topo do ranking de capacidade acumulada de energia solar, encontramos a China liderando, seguida pelos Estados Unidos, Japão, Alemanha e Índia.

O avanço do Brasil para a sexta posição é resultado direto dos impressionantes 11,9 GW adicionados em 2023, destacando o país como um dos maiores mercados de energia solar do mundo no último ano. Esse crescimento não só coloca o Brasil em destaque na transição energética global, mas também atraiu mais de R$ 59,6 bilhões em novos investimentos apenas no setor solar, representando um aumento significativo em relação aos anos anteriores.

Esses números refletem não apenas o potencial solar abundante do Brasil, mas também o compromisso crescente com as energias renováveis, sinalizando um futuro promissor no caminho para uma matriz energética mais limpa e sustentável.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress