Chuva de granizo quebra placa solar? O que fazer?

granizo quebra placa solar

Se você está pensando em instalar um sistema de energia solar fotovoltaico na sua casa ou empresa e está com medo de que todo o seu investimento vá por água abaixo (literalmente) após uma forte chuva ou uma chuva de granizo, eu estou aqui para te ajudar a entender melhor sobre isso. Afinal, granizo quebra placa solar ou não?

Construção de uma placa solar

Para responder a essa pergunta, primeiro precisamos entender como são construídas as placas solares, qual a sua estrutura e durabilidade. O principal componente de uma placa solar são as células fotovoltaicas, responsáveis pela captação e conversão da luz solar em energia

Estas células são muito sensíveis ao ambiente e condições climáticas. Por esse motivo são inseridas estruturas de proteção sob as células, para garantir que elas estarão protegidas e aumentar a vida útil do painel. 

A estrutura de proteção mais importante é o vidro temperado de 3.2mm que é colocado dentro de uma moldura em alumínio para proteger as células fotovoltaicas. Esse vidro é submetido a um processo de aquecimento e resfriamento rápido que aumenta sua resistência.

Além disso, é colocado estruturas em EVA e caixas de junção para que tudo fique ainda mais resistente e durável. Afinal, as empresas fabricantes garantem uma vida útil de 25 anos para seus painéis. Logo, é de se esperar que sejam resistentes.

Como funciona uma célula fotovoltaica?

As células fotovoltaicas são dispositivos feitos de camadas de material semicondutor e fotossensível. Ou seja, elas reagem quando expostas à luz e são compostas de materiais que podem ser tanto condutores de energia quanto isolantes. A matéria-prima mais comum para produção de células fotovoltaicas hoje é o silício.

Quando a luz do sol atinge essas células elas a absorvem. Quando a exposição ao sol é suficiente, o material da célula libera elétrons que são levados para a parte frontal do painel solar. Isso cria uma diferença de carga entre os lados da placa e os elétrons liberados podem então ser aproveitados na forma de eletricidade quando os painéis são ligados a uma bateria ou sistema elétrico.

Uma célula fotovoltaica sozinha produz pouca energia. Você já deve ter visto uma delas em calculadoras ou relógios de pulso. Para produzir energia para equipamentos mais robustos é preciso criar um módulo fotovoltaico – o famoso painel solar.

O painel, placa ou módulo fotovoltaico produz mais ou menos energia, dependendo do seu tamanho e de quantas células ele possui. Se combinarmos mais de um painel solar, aí teremos um sistema fotovoltaico. Esses sistemas variam de tamanho e podem ser usados desde residências até grandes indústrias.

Resistência dos painéis solares

Primeiramente é preciso entender que os painéis solares são projetados para terem uma vida útil de 25 anos, o que é bastante tempo. Então, é claro que eles passam por diversos testes de resistência já prevendo que passaram por situações climáticas adversas. 

O ponto mais sensível do painel são as células fotovoltaicas, que são finas e frágeis. Por esse motivo, elas são revestidas por um vidro temperado de 3.2mm de espessura. E todo painel desenvolvido é submetido a testes de impacto, onde são realizados disparos de bolas de gelo contra o painel que simula uma chuva de granizo.

Antes de qualquer painel ser aprovado para venda, ele deve passar por esses testes de resistência e durabilidade. Então, NÃO, uma chuva de granizo não quebra uma placa solar. Ou pelo menos não deve quebrar, a não ser que seja algo bem fora do comum que ninguém consegue prever ou testar.

Testes com painéis solares

O teste mais eficiente para saber se granizo quebra placa solar, ocorre realizando disparos com propulsão de bolas de aço ou gelo com 2,5 cm de diâmetro a uma velocidade de até 23 m/s. Essas esferas são atiradas contra 11 pontos específicos e estratégicos do painel. E para ser colocado à venda, a placa tem que passar por esse teste sem ser danificada. 

Exemplos reais

Se mesmo após tudo que eu te falei, você ainda está em dúvida se realmente as placas solares são resistentes a um chuva de granizo, vou te contar dois casos reais que ocorreram. O primeiro aconteceu no Texas em 2017, onde um parque solar foi atingido por uma chuva de granizo com pedras de 4,5 cm de diâmetro sem sofrer nenhum tipo de dano significativo. 

O segundo caso aconteceu na Austrália, onde uma Usina de energia solar passou por uma forte tempestade de granizo em 2020, isso sem sofrer nenhum tipo de dano às suas estruturas.

Conclusão

Os painéis solares são pensados, projetados e criados para suportar as mais diversas condições climáticas e adversidades. Por isso é importante ter em mente que dificilmente o sistema de energia solar fotovoltaica será danificado após uma chuva, ou chuva de granizo. 

No entanto, é importante saber que mesmo passando por diversos testes de resistência e qualidade, a placa solar pode sim sofrer dano em casos extremos ou isolados. Mas são muito raros de acontecer. Como eu disse, eles são projetados para suportar qualquer tipo de adversidade e impactos medianos. 

Se mesmo assim você ainda não se sente seguro, é bom saber que existem seguros para sistemas de energia solar fotovoltaicos. Fazer um seguro pode ser uma boa saída para aquelas pessoas que querem uma segurança a mais sobre o seu investimento além de ser uma mão na roda para integradores que querem oferecer serviços adicionais para os seus clientes!

https://www.youtube.com/watch?v=l4NsH7tefMI


E então, consegui esclarecer suas dúvidas sobre se uma chuva de granizo quebra placa solar? Caso ainda tenha alguma dúvida pode deixar sua pergunta nos comentários abaixo do artigo que nossa equipe técnica terá prazer em respondê-la.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress