Descubra qual o valor da taxa mínima de luz e como calcular

qual o valor da taxa mínima de luz

Entenda o que é o custo de disponibilidade, descubra qual o valor da taxa mínima de luz e aprenda como pagar apenas esse valor utilizando um sistema de energia solar fotovoltaica.

Redução no valor da conta de luz

A escolha por sistemas de energia solar é frequentemente motivada pela redução na conta de energia. Porém, surge a questão: é possível zerar completamente essa fatura de luz?

Embora a energia solar possa diminuir os custos em até 90%, nunca se alcança uma redução total devido à existência de uma taxa mínima de energia, conhecida também como custo de disponibilidade.

Custo de disponibilidade

Mas quanto custa essa taxa? Como ela é calculada e quais são os passos para determinar esse valor? Vamos esclarecer todas essas questões agora!

O custo de disponibilidade é a quantia exigida pela concessionária para fornecer eletricidade ao consumidor, cobrindo a infraestrutura necessária para disponibilizar a energia elétrica à população, mesmo sem consumo ativo.

Quais são as mudanças trazidas pela nova lei 14.300? Uma dúvida comum entre os usuários de sistemas fotovoltaicos é como a taxa de disponibilidade é afetada por essa nova legislação. A taxa mínima continuará a existir, mas sem cobranças duplicadas.

Antes dessa lei, havia uma dupla cobrança em dinheiro e créditos compensados pelo mesmo serviço. Isso foi corrigido após mobilização do setor, assegurando que o sistema fotovoltaico continue a ser uma opção econômica vantajosa.

LEIA MAIS: Quanto custa 1 kWh em reais em 2023/2024

Qual o valor da taxa mínima de luz

Quanto à taxa mínima de luz e seu cálculo, o valor varia conforme os padrões de conexão e o perfil de consumo do imóvel. Estes são estabelecidos pela concessionária baseados no consumo elétrico previsto, podendo ser monofásico, bifásico ou trifásico.

A tarifa é calculada pelo consumo em quilowatt-hora (kWh). De acordo com a Resolução Normativa n° 1000 (REN 1000/2021) da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os valores são os seguintes:

  • Monofásico: taxa mínima de 30 kWh;
  • Bifásico: taxa de 50 kWh;
  • Trifásico: taxa de 100 kWh.

Por exemplo, se a tarifa em uma cidade for R$ 0,90 por kWh e a residência tiver um sistema bifásico, a taxa mínima será:

50 kWh x R$ 0,90 = R$ 45,00

Por que a taxa mínima de luz é cobrada? A taxa mínima existe pela simples disponibilidade de energia, cobrada mesmo sem uso ativo do serviço.

Pagamento da taxa de luz

Como pagar apenas a taxa mínima? A única maneira é consumir eletricidade simultaneamente à sua geração pelo sistema fotovoltaico. A Lei 14.300 determina que um percentual dos créditos de energia será usado para pagar o serviço de distribuição, exceto a energia gerada e consumida no mesmo momento.

Se o pico de consumo de um imóvel acontecer durante o dia, ele utilizará a energia gerada pelo próprio sistema, reduzindo a dependência da rede. Assim, é possível dimensionar o sistema fotovoltaico de acordo com o consumo do imóvel e planejar o uso de aparelhos energéticos durante o dia.

Vantagens da energia solar incluem a longa vida útil do sistema (25 anos), facilidade de instalação e manutenção, operação silenciosa, aumento do valor do imóvel e economia significativa na conta de luz.

Além disso, ao utilizar energia solar para suprir a necessidade energética da sua casa ou empresa, faz com que você fique imune aos aumentos e inflação das contas de luz. Que estão cada vez mais frequentes e maiores. 

LEIA MAIS: Aumento na conta de luz acima da inflação em 2024

Utilizando energia solar

A instalação de energia solar é mais simples do que parece, mas requer profissionais especializados. Antes de instalar, é essencial analisar a conta de luz e consumo atual para dimensionar adequadamente o futuro sistema.

LEIA MAIS: Top 5 maiores empresas de energia solar do Brasil

Após essa análise, uma empresa especializada realizará uma visita técnica, elaborará o orçamento e o projeto de instalação das placas solares. Finalmente, as placas serão instaladas no local mais adequado e ocorrerá a homologação da instalação junto à distribuidora.

Conclusão

Para entender qual o valor da taxa mínima de luz da sua residência, você precisa primeiro saber qual a tarifa cobrada pela sua concessionária de energia. Após isso, basta multiplicar pelo tipo de ligação elétrica da sua residência ou empresa (monofásico, bifásico ou trifásico).

Revolucione suas vendas de fotovoltaica

Conheça o software de gerenciamento mais completo do mercado

O melhor CRM para energia solar

Teste o Azume grátis por sete dias
Clique aqui

Torne-se um profissional em energia solar

Conheça os melhores cursos para se tornar um profissional desejado no setor fotovoltaico

Energia Solar Lucrativa

Aprenda do zero a como se tornar um integrador solar com ganhos de até R$23 mil / mês
Clique aqui

Compartilhe este Artigo:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Revolucione suas vendas de fotovoltaica

Conheça o software de gerenciamento mais completo do mercado

O melhor CRM para energia solar

Teste o Azume grátis por sete dias
Clique aqui

Latest post

Torne-se um profissional em energia solar

Conheça os melhores cursos para se tornar um profissional desejado no setor fotovoltaico

Energia Solar Lucrativa

Aprenda do zero a como se tornar um integrador solar com ganhos de até R$23 mil / mês
Clique aqui
plugins premium WordPress