Elaborando um projeto solar | Azume

Projeto solar

Atualmente, onde a preocupação com o meio ambiente se torna cada vez mais presente, e a conta de luz do brasileiro cada vez mais cara, a energia solar surge como uma das soluções mais viáveis e essenciais para o futuro. Em países tropicais como o Brasil o termo “elaborando um projeto solar” se torna um compromisso com a sustentabilidade e uma promessa de maior eficiência energética.

O poder do sol: Uma visão geral

A energia solar é uma fonte de energia infinita e limpa que deriva diretamente do sol. No Brasil, onde a luz solar brilha intensamente, é crucial compreendermos o processo de conversão da energia dele em eletricidade utilizável.


Dessa forma, elaborando um projeto solar bem feito, os painéis solares captam a luz solar e transformam em corrente elétrica, alimentando nossas casas, empresas e indústrias de maneira sustentável.

Por que o Brasil precisa de energia solar?

O Brasil, embora seja abençoado com uma riqueza de recursos naturais, também enfrenta desafios energéticos significativos. Em dias atuais, dependemos fortemente de fontes de energia não renováveis, o país está sobrecarregado com emissões de carbono.

A transição para a energia solar não é apenas um passo em direção à independência energética, mas também uma maneira de reduzir as emissões e promover uma economia sustentável.

Elaborando um projeto solar: Passo a passo

Antes de qualquer instalação solar, é essencial realizar uma avaliação completa do local. Isso inclui a análise da intensidade da luz solar, sombreamento potencial e inclinação do terreno. Você deverá realizar um estudo minucioso para determinar a viabilidade do projeto, garantindo que o local escolhido aproveite ao máximo a luz solar disponível.

Escolha dos equipamentos e tecnologia

No momento em que estiver elaborando um projeto solar, você deverá estar atento sempre aos avanços tecnológicos. A escolha dos equipamentos certos é fundamental no processo. Painéis solares mais eficientes, inversores inteligentes e sistemas de armazenamento de energia são alguns dos materiais que você terá que se preocupar. 

Dessa forma, cada componente deve ser selecionado com cuidado para garantir a máxima eficiência e durabilidade, além de ser economicamente viável para o cliente.

Projeto solar e engenharia: Da venda  à instalação

Um projeto solar já começa durante a parte da venda do sistema. Nesta etapa já é preciso fazer um dimensionamento do projeto, isto é, definir quantas placas, inversores e demais equipamentos serão necessários para atender à demanda de energia do cliente.

Isso é essencial para se fazer cálculos futuros de retorno do investimento (payback), valores da conta de energia nos próximos anos e economia total em 25 anos (tempo de garantia mais comum encontrado no mercado para placas solares).

Pela necessidade de rapidez na geração de dimensionamentos e propostas comerciais para as empresas integradoras fecharem negócios, torna-se a cada dia mais indispensável a utilização de ferramentas que auxiliem nesta etapa como é o caso do Azume. Não apenas um gerador de propostas mas um CRM solar completo e o mais utilizado no setor para fechar vendas!

Após o sistema dimensionado, a proposta apresentada ao cliente e a venda fechada, podemos partir para o projeto fotovoltaico. Função de engenheiros eletricistas, engenheiros de energia ou eletrotécnicos, o projeto deve ser assinado por um desses profissionais e enviado para aprovação (homologação) na concessionária de energia.

Após a homologação já é permitido partir para a obra.. É hora de pegar os equipamentos no fornecedor, instalá-los na propriedade do cliente e ligar os equipamentos à rede elétrica. Dessa forma o sistema já estará funcionando e gerando energia e economia para o dono do sistema.

Financiamento e incentivos fiscais

Para muitas pessoas, o financiamento é um dos principais obstáculos para adotar a energia solar. No entanto, existem várias opções de financiamento disponíveis, incluindo empréstimos para energia verde e leasing solar. Além disso, o governo brasileiro oferece incentivos fiscais, como isenção de impostos sobre equipamentos solares. Dessa forma, as iniciativas tornam a energia solar não apenas ecológica, mas também financeiramente acessível.

O futuro da energia solar no Brasil: Desafios e Oportunidades

Apesar do imenso potencial de energia solar no Brasil, o país ainda enfrenta desafios significativos. A intermitência, ou seja, variação na produção de energia solar devido às condições climáticas, é um obstáculo que está sendo superado com os recentes avanços em tecnologia de armazenamento de energia.


Além disso, a integração eficiente entre os sistemas de energia solar traçado em um projeto solar bem feito e uma rede elétrica, é essencial para evitar perdas e desperdícios durante a transmissão.

O papel da educação e conscientização

Para promover a energia solar, a educação é fundamental. Campanhas de conscientização pública, programas educacionais nas escolas e treinamento para profissionais são essenciais para propagar o conhecimento sobre os benefícios da energia solar. 

À medida que mais pessoas entenderem o potencial da energia solar, a demanda por soluções sustentáveis aumentará, impulsionando ainda mais a indústria de energia fotovoltaica.

Conclusão:

Elaborar um projeto solar é mais do que uma jornada técnica, é uma jornada em direção a um futuro sustentável para o Brasil e para o mundo. Quando você adota a utilização de energia fotovoltaica ou passa a atuar profissionalmente nessa área, você estará contribuindo para um futuro mais sustentável para o nosso planeta. 

Ao elaborar um projeto para um sistema fotovoltaico eficiente, você estará otimizando e aproveitando melhor essa grande fonte de energia que é o sol. 

Para isso, é essencial que você tenha acesso a uma educação de qualidade que lhe permita aprender tudo que precisa para ingressar nessa área de forma confiante e segura.


Se você quer atuar profissionalmente na área de energia solar, seja como vendedor, projetista, instalador ou um integrador profissional que administra todas essas etapas, confira o curso Energia Solar Lucrativa da E4 Educação. Desenvolvidos para te ajudar a atuar neste setor do zero até atingir um faturamento de integrador profissional, que varia em torno de R$4.600 a R$23.000.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress