casa sustentável

O principal objetivo na construção de uma casa sustentável é obter um retorno financeiro através de economias,  em contas de luz e água, por exemplo. Além disso, existe também a preocupação com os impactos ao meio ambiente e isso é feito por meio de diversas ações ecológicas que são pensadas para esse fim.

Quais características uma casa sustentável deve ter

Desde o seu projeto arquitetônico esse tipo de residência  é pensada para ser construída seguindo as melhores práticas de preservação ambiental e auto suficiência. Isso quer dizer que uma casa sustentável costuma ter as seguintes características:

  • Utilização de materiais reciclados;
  • Não infringir ou causar danos ao meio ambiente;
  • Preferir material de empresas com selo de responsabilidade ambiental;
  • Ter um sistema de reciclagem e gerenciamento de resíduos;
  • Ter um sistema de produção de energia sustentável e renovável.

Assim, se for planejada desde o início do projeto, a casa sustentável pode ser construída utilizando apenas matéria prima alternativa e menos agressivas ao meio ambiente. Seja com a utilização de materiais recicláveis ou comprando materiais de empresas com selo verde de preservação. 

Já na etapa de planejamento de uma casa sustentável também é pensado sobre a sua autossuficiência energética, com o planejamento e implementação de um sistema solar fotovoltaico.

Materiais para construção utilizados

Para uma casa ser considerada sustentável, ela precisa ter a utilização de alguns tipos específicos de materiais que não causam danos ou que ao menos reduzem o dano causado ao meio ambiente em sua fabricação.

Tijolo ecológico

É um material feito a partir de água, terra e cimento. Esse modelo de tijolo, no entanto, não é cozido no forno, o que evita a emissão de gases poluentes e queima de madeira. Além disso, o tijolo ecológico utilizado na construção de uma casa sustentável reduz o consumo de massas, concreto e até aço e assim produz menos entulhos para a obra.

Bambu

O bambu também é bastante utilizado em estruturas de parapeito, telhados e até para dar um estilo “vintage” às residências.

Contêineres 

Também tem se tornado comum a adaptação de contêineres para se tornarem habitáveis. Essa pode ser uma tendência para os próximos anos.

Telha ecológica

São telhas fabricadas com materiais reciclados. Alguns exemplos são as telhas de fibra de papel ou naturais. Os materiais utilizados para fabricação de uma telha ecológica são:

  • Embalagem Tetra Pak
  • Fibras vegetais
  • Tetra Pak + Fibra de coco
  • Plastico reciclado
  • Fibra de eucalipto

Painéis fotovoltaicos

Sistema de geração de energia elétrica através da incidência de luz solar sobre eles. Sendo o Brasil um país de clima tropical, é um dos mais favoráveis do mundo à produção de energia utilizando a luz solar. E isso é uma tendência no mercado energético brasileiro. O que torna a casa sustentável e autossuficiente na produção de energia. 

Características de uma casa sustentável

Além da sua estrutura e compromisso com a utilização e adoção de ações que tragam o conceito de sustentabilidade para a sua construção, esse tipo de residência envolve outras situações que vão atestar sua funcionalidade e benefícios. Isso quer dizer que ela deve apresentar uma boa qualidade de vida aos moradores.

Existem 4 grande pilares que regem o pensamento o projeto de uma casa sustentável e todo o planejamento deve girar em torno destes objetivos e preceitos:

Energia solar / autossustentabilidade

Sendo o sol uma fonte inesgotável de energia e que não causa nenhum dano ao meio ambiente com a sua utilização, a adoção de sistemas solar fotovoltaicos são indispensáveis quando se inicia o planejamento para construção de uma casa assim. Além disso, esse sistema de geração de energia é o mais acessível na maioria das localidades, até as mais isoladas. Também pode tornar a casa autossustentável e reduzir o custo com contas de luz em até 90%.

Captação de água

Ter um sistema de captação de águas da chuva também é indispensável, pois apenas isso é responsável por reduzir os impactos de desperdício e falta de água. Dessa forma, é possível captar a água e tratá-la para utilização não potável e assim reduzir o consumo e o valor das contas.

Reduzir a geração de resíduos

É importante perceber também que uma casa sustentável tem por objetivo reduzir a produção de resíduos e lixo. Assim, também o conceito de se ter uma casa assim vai além de ser apenas estrutural, é preciso uma mudança de comportamento e pensamento. A adoção de práticas de reaproveitamento de materiais é um começo e isso pode ser feito através da reciclagem e compostagem de materiais, por exemplo. 

Iluminação natural

Essa é uma prática que visa a redução da utilização de energia e lâmpadas. Pode ser pensada e executada de diferentes maneiras, entre elas o uso de claraboias que facilitam a entrada de luz externa. Além disso, a entrada de luz natural propicia o cultivo de plantas e flores até mesmo no interior da casa.

Conclusão

Fica claro que quando pensamos em uma casa sustentável estamos falando de uma cultura, de uma ideia e não apenas de um imóvel. É um estilo de vida que devemos escolher para preservação do meio ambiente e economia financeira. 

São diversas opções que temos em mãos para ajudar nessa transformação em busca de um meio ambiente mais equilibrado e sustentável para os próximos, anos e décadas. Começar essa mudança agora é sempre a melhor opção do que deixar para amanhã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress