Brasil alcança conquistas notáveis na energia: Crescimento de Energia Solar e Renováveis impulsionam avanço sustentável

Crescimento de Energia Solar

O Ministério de Minas e Energia (MME) divulgou a Resenha Energética Brasileira 2023, revelando um cenário notável no setor energético brasileiro. O destaque foi a notável recuperação da geração hidráulica, que enfrentou desafios em 2021 devido à escassez de chuvas. Além disso o crescimento de energia solar também foi um grande avanço.

Na matriz energética, a geração hidráulica testemunhou um crescimento impressionante de 14%, enquanto as energias renováveis, incluindo solar e eólica, avançaram 20%. Na matriz elétrica, a geração hidráulica cresceu 17,7%, a eólica aumentou 12,9%, e a energia solar teve um crescimento excepcional de 79,8%. Esses números contribuíram para elevar a participação de fontes renováveis na matriz energética brasileira para 47,4%, em contraste com a média global de 14,4% em 2021. Na matriz elétrica, esse índice atingiu 87,9%, comparado a cerca de 28% globalmente.

Embora a Oferta Interna de Energia tenha se mantido estável em relação a 2021, atingindo 303,1 milhões de toneladas equivalentes de petróleo (tep), 2022 registrou uma expansão recorde das fontes renováveis intermitentes, com foco na geração solar fotovoltaica através da modalidade de Geração Distribuída (GD). O crescimento na geração solar fotovoltaica foi notável, com um aumento de 55,9%, resultado em grande parte da consolidação do arcabouço legal da GD.

Um ponto notável do relatório é a estabilidade no total da matriz energética, mesmo com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e do Consumo Final de Energia (CFE), que avançaram 2,9% no período. Isso sugere uma diminuição nas perdas associadas à transformação e distribuição de energia e uma melhoria na eficiência do uso da energia.

A retomada da geração hidráulica e o crescimento das fontes renováveis desempenharam um papel fundamental nos resultados positivos. Como resultado, a Capacidade Instalada de Geração Elétrica atingiu 206,4 Gigawatts (GW) em 2022, um aumento de 8,3% em relação a 2021, com as energias renováveis representando mais de 95% desse crescimento, totalizando 15,9 GW.

A Resenha Energética Brasileira é publicada anualmente pelo Departamento de Informações, Estudos e Eficiência Energética, da Secretaria Nacional de Transição Energética e Planejamento. Em 2023, a Resenha concentra-se na Eficiência Energética e oferece uma plataforma virtual para dados interativos. O Brasil continua demonstrando liderança global no uso de energias renováveis e na busca da eficiência energética, consolidando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress