Energia Solar para Todos: Novo Projeto pode beneficiar 212 Mil em MS

Energia

Um salto rumo à sustentabilidade está à vista no Mato Grosso do Sul com o Projeto de Lei 624/2023, que busca substituir a Tarifa Social de Energia Elétrica pelo inovador Programa Renda Básica Energética (Rebe). Se aprovado, o projeto impactará diretamente 212.055 famílias de baixa renda ao introduzir painéis solares em suas residências, garantindo não apenas acesso a energia mais acessível mas também promovendo a energia limpa.

A iniciativa, já aprovada na Câmara dos Deputados, está atualmente sob análise no Senado, onde enfrenta debates acalorados sobre sua viabilidade financeira e impacto nas tarifas de energia dos demais consumidores. Críticos, como representantes do setor energético e analistas econômicos, alertam para um possível aumento nas contas de luz a médio e longo prazo.

Por outro lado, defensores, como a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), destacam os benefícios sistêmicos. Eles argumentam que a ampliação do acesso à energia solar pode reduzir as contas de luz em até 6% para todos até 2031. Com um orçamento estimado de R$ 56 bilhões para a implementação do Rebe, o debate se intensifica sobre a distribuição dos custos e os benefícios a longo prazo.

Economistas como Eduardo Matos sugerem alternativas que incluem a construção de fazendas solares para gerar créditos de energia, minimizando a necessidade de investimentos diretos por parte das famílias de baixa renda e garantindo a manutenção dos equipamentos.

O projeto promete não apenas facilitar o acesso à energia para os mais vulneráveis, mas também avançar na produção e tecnologia nacionais de energia renovável, com a instalação de centrais de microgeração e minigeração distribuída, particularmente em áreas rurais e projetos habitacionais como o Minha Casa, Minha Vida.

Este movimento em direção à energia solar representa um passo fundamental na transição energética do Brasil, visando uma maior independência energética e sustentabilidade. No entanto, a discussão sobre a justa distribuição dos custos entre todos os consumidores permanece um desafio crucial à frente.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inscreva-se para receber novidades e promoções

© 2023 · E4 Energias Renovaveis© – CNPJ 41.142.800/0001-24 / Azume Tecnologia LTDA - CNPJ 49.305.545/0001-03 - Todos os direitos reservados
plugins premium WordPress