Investimentos em energia limpa aumenta 70% em 2023

Investimentos

Um relatório recente da Agência Internacional de Energia (AIE) traz boas notícias para o setor de energia limpa: os investimentos globais nessa área aumentaram significativamente em 2023, crescendo 70% em comparação com o ano anterior.

Os dados destacam um investimento total de US$ 200 bilhões em tecnologias-chave para a produção de energia limpa, incluindo solar, eólica, baterias, eletrolisadores e bombas de calor. Esse aumento nos investimentos equivale a aproximadamente 4% do crescimento do PIB global e quase 10% do crescimento total dos investimentos globais.

Particularmente, os gastos com energia solar fotovoltaica mais que dobraram, enquanto o investimento em baterias cresceu cerca de 60%, impulsionando a capacidade de produção de módulos solares fotovoltaicos para atender às demandas projetadas para 2030.

O relatório também indica que muitos projetos atualmente em preparação estarão operacionais em breve, com cerca de 40% dos investimentos em energia limpa em 2023 destinados a instalações que devem iniciar suas operações em 2024, aumentando para 70% no caso das baterias.

Atualmente, a China lidera a produção de energia limpa, detendo mais de 80% da capacidade global de fabricação de módulos solares fotovoltaicos, seguida pelos EUA, Índia e Europa. No entanto, prevê-se que essa concentração geográfica diminua na década de 2030, com a Europa e os EUA podendo atingir cerca de 15% da capacidade instalada global até lá.

Apesar dos avanços, o relatório destaca que as instalações de fabricação de tecnologias de energia limpa nos EUA e na Europa são consideravelmente mais caras do que na China, com custos de construção entre 70% e 130% mais elevados.

Este relatório, solicitado pelos líderes do G7 em 2023, visa fornecer orientações para formuladores de políticas que buscam desenvolver estratégias industriais com foco na produção de energia limpa, destacando a importância do investimento contínuo nesse setor em ascensão.

Veja mais Notícias

Conheça o Azume

Compartilhe esta notícia:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress